Teses Doutorado 2020

Os trabalhos estão colocados em ordem cronológica (data da defesa) e seus links para a plataforma Sucupira serão disponibilizados em breve.


 

ELISANDRA DE ARAÚJO GALVÃO
A política na CNA: organização, mobilizações e inserções no Estado
O link para o trabalho será disponibilizado em breve.
Defesa: 30/03/2020

Banca: Regina Bruno (CPDA/UFRRJ – Orientadora), Leonilde Servolo de Medeiros (CPDA/UFRRJ – Coorientadora), Debora Franco Lerrer (CPDA/UFRRJ), Pedro Henrique Pedreira Campos (UFRRJ), Ana Cláudia Diogo Tavares (UFRJ) e Alessandra Gasparotto (UFPel).

Resumo: A investigação desenvolvida nesta tese tem como objeto a Confederação Nacional da Agricultura (CNA), confederação sindical patronal rural brasileira, legalmente prevista em 1963 e reconhecida em 1964, e sua relação com o Estado do momento da sua constituição até os anos do regime militar. Analisam-se as articulações e alianças constituídas pela entidade para pautar a política agrária e agrícola neste período. Com base em publicações e documentos corporativos da CNA, material de fundos de arquivos públicos e privados, entrevistas com lideranças e material jornalístico da época foi possível delimitar e identificar três fases da Confederação: da concepção e instalação, com uma atuação, conjuntamente com a SNA, no campo da política externa para agricultura (anos 1920 aos anos 1940); refundação e oficialização (anos 1950) como Confederação Rural Brasileira (CRB); e reconfiguração de entidade civil para sindicato patronal rural (anos 1960). Nesses tempos distintos foi possível mapear certos matizes de sua ação política e inserções junto ao Estado, principalmente quando a política agrícola é posta como mais importante do que a agrária. A tese está organizada conforme três níveis de análise das relações entre sociedade civil e sociedade política. O primeiro refere-se à organização patronal rural a partir das duas lógicas da ação coletiva, conforme tratadas por ClausOffe. O segundo é o institucional, no qual são analisadas as demandas e argumentos que dão sentido ao funcionamento da CNA e ao repertório que põe em evidência seus interesses. O terceiro é o das redes e relações de poder, no qual é analisada sua ação política junto ao Estado propondo mecanismos de política agrícola que favoreceram setores do patronato rural. A tese contribui para ampliar o debate sobre as formas de ação coletiva dos grupos conservadores dominantes e as estratégias de pressão junto ao Estado que caracterizam a cultura política do patronato rural.
Palavras-chave: Confederação Nacional da Agricultura (CNA); patronato rural; Estado brasileiro; ditadura militar.

 


 

RITA DE CÁSSIA FAGUNDES
O arranjo produtivo do milho em Sergipe e o cuscuz nosso de cada dia
O link para o trabalho será disponibilizado em breve.
Defesa: 09/04/2020

Banca: Debora Franco Lerrer (CPDA/UFRRJ – Orientadora), Claudia Job Schmitt (CPDA/UFRRJ – Coorientadora), Fátima Portilho (CPDA/UFRRJ), Renato Maluf (CPDA/UFRRJ), Valter Lucio de Oliveira (UFF) e Renata Menasche (UFPel).

Resumo: Nos últimos anos o arranjo produtivo do milho em Sergipe tem passado por grandes transformações e o Estado tem se destacado tanto por sua expansão.
Palavras-chave: agricultura familiar; milho; coprodução; Revolução Verde.

 


 

CLÁUDIA SOUSA ORIENTE DE FARIA
A criação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano e sua circunstância social e política
O link para o trabalho será disponibilizado em breve.
Defesa: 23/04/2020

Banca: Raimundo Santos (CPDA/UFRRJ – Orientador), Iraci Balbina Gonçalves Silva (IFGoiano), Claudecir Gonçales (IFGoiano), Dora Vianna Vasconcellos (UFRRJ) e Ricardo José de Azevedo Marinho (Unigranrio).

Resumo: Esta pesquisa visou apresentar o período histórico de 1909 a 2010, no que tange as políticas de ensino voltadas à educação profissional no Brasil, com ênfase analítica nas gestões do governo Lula (2003 a 2010), quanto as suas filosofias e estratégias de desenvolvimento nessa modalidade de ensino e como elas impactaram o processo de organização dos institutos federais em Goiás, especificamente sobre a criação do IF Goiano. Os objetivos de caráter específico foram: 1) traçar o percurso histórico da educação profissional no Brasil de 1909 a 2010, verificando as causas e determinantes das transformações ocorridas nessa modalidade de ensino; 2) caracterizar o governo Lula (2003 a 2010), realizando análise da gestão, no que se refere às suas ideologias na promoção das políticas voltadas para a educação profissional no Brasil; 3) evidenciar como as políticas para a educação profissional do governo Lula impactaram o processo de organização dos institutos federais no Estado de Goiás; 4) identificar os sujeitos envolvidos no processo de criação/implantação do IF Goiano em Goiás e como se deu a participação dos mesmos nas decisões políticas, no estabelecimento das prioridades, na conformação geográfica da reitoria e os possíveis conflitos e tensões decorrentes do processo. Isso representou investigar a historicidade e a configuração da educação profissional em uma perspectiva de rupturas, de inovações, assim como em uma perspectiva de continuidade e de transformação de uma instituição escolar em outra, sejam elas em aspectos culturais, administrativos, geográficos, de gestão, de pessoal entre outros. A nova institucionalidade dada à Rede EPCT teve seu marco legal por meio da Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. É fato que as escolas integrantes da Rede EPCT nos dias atuais tiveram uma trajetória dinâmica que transformaram muitas vidas ao longo de sua existência e ainda promovem transformações significativas. Para o desenvolvimento do estudo, foram utilizadas fontes de natureza qualitativa como: pesquisa bibliográfica, documental e entrevistas com os gestores que estavam à frente das escolas que se uniram para formar o IF Goiano, são eles: os diretores-gerais dos Cefets de Rio Verde, de Urutaí e da EAF de Ceres; também foi feita entrevista com a representante política da bancada goiana, ocupante naquela ocasião, do cargo de senadora da República e com o secretário da Setec/MEC. Resgatar essa memória passada foi praticar um exercício de reflexão, foi uma maneira de preservá-la, fortalecê-la e compreender as diferenças e restrições de cada época. Da mesma forma, foi preciso olhar para os sujeitos que construíram essa história, quais as motivações políticas, sociais e econômicas determinantes de cada período. Outro fator importante e que também nos motivou ao trazer a discussão nesta pesquisa, sobre as mudanças ocorridas nos institutos federais para o contexto goiano, foi pelo fato de que até o presente momento, não existiam estudos com a temática e recorte investigados, esperando-se assim, ter contribuído com o registro documental de uma história que ainda não havia sido escrita conforme o viés pretendido.

 


 

LIDIANE FERNANDES DA LUZ
Cardápios, paisagens e políticas no semiárido baiano – o abastecimento alimentar sob a ótica das interações entre sistemas alimentares e do acesso a alimentos com qualidade diferenciada
O link para o trabalho será disponibilizado em breve.
Defesa: 12/05/2020

Banca: Renato Maluf (CPDA/UFRRJ – Orientador), Fátima Portilho (CPDA/UFRRJ), Maria José Carneiro (CPDA/UFRRJ), Rumi Regina Kubo (UFRGS) e Sandra Maria Chaves dos Santos (UFBA).

Resumo: O trabalho analisa o modo como se dá o acesso a alimentos com qualidade diferenciada na localidade de Juazeiro, enquanto construção social na qual se expressa a relação entre (i) as características do espaço (natural, cultural, socioeconômico e político), (ii) as escolhas alimentares (preferências, estilos de vida, condições estruturais), (iii) o entrecruzamento de dinâmicas com distintas naturezas e escalas que compõem o abastecimento alimentar desta localidade, e (iv) as próprias concepções de acesso e qualidade. A caracterização do abastecimento alimentar é tratada enquanto um sistema complexo composto pelas interações entre sistemas alimentares coexistentes, a partir de três tópicos orientadores: as paisagens, os cardápios, e as políticas. A partir disso, busca-se identificar, nas dinâmicas dos atores locais, interações entre sistemas alimentares coexistentes: tensões, formas híbridas, complementariedades, sinergias e possibilidades de cooperação. Por fim, são apresentados argumentos para uma reflexão sobre o acesso a alimentos com qualidade diferenciada a partir de seus determinantes, e sobre a construção de uma política dos alimentos a nível local, baseada em fundamentos de justiça e soberania alimentar. A principal tese a ser defendida neste trabalho é a de que a participação social em espaços políticos, a valorização da cultura local e a formação de redes entre organizações são recursos acionados pelos atores na localidade de Juazeiro para a promoção do acesso a alimentos com qualidade diferenciada. Nesse viés, a valorização da dimensão cultural, junto a ambiental e a da saúde, expressa aspectos fundamentais para uma mudança social que amplie o acesso ao alimento com qualidade diferenciada, por meio da associação deste com: a) sentido de pertencimento a um determinado território ou territorialidade; b) identificação com as práticas familiar e historicamente construídas; c) sensibilização por meio da música, de receitas tradicionais, da arte, da poesia, entre outras manifestações artístico-culturais. Esses elementos, somados ao engajamento político dos atores, possui papel determinante na disponibilidade dos alimentos com qualidade diferenciada e na elucidação de seu valor de forma contextualizada, interligando aspectos da história, da cultura e do ambiente.
Palavras-chave: abastecimento alimentar; sistemas alimentares; soberania e segurança alimentar e nutricional; acesso a alimentos com qualidade diferenciada; política dos alimentos.

 


 

Últimas Notícias

Nota de pesar pelo falecimento do professor Raimundo Santos

  É com muito pesar e consternação de todos os docentes, técnico-administrativos e discentes do DDAS e do CPDA que leia mais

19/10/2020 - 18:54

21/outubro (quarta): debate on-line do CEA com o tema “A pandemia, a cidade, a periferia” e a presença da profa. Raquel Rolnik (FAU/USP)

  O próximo debate promovido pelo Centro de Estudos Avançados da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (CEA/UFRRJ) tem leia mais

19/10/2020 - 10:26

21 e 22/outubro (quarta e quinta): X ENEC com o tema “Consumo e Envelhecimento”, em formato digital. Inscrições abertas.

  Estão abertas as inscrições para o X ENEC (Encontro Nacional de Estudos do Consumo) que terá o tema “Consumo leia mais

19/10/2020 - 10:02

Edital da CAPES para bolsas de Doutorado sanduíche no exterior para o segundo semestre de 2021

  A Capes divulgou o edital para bolsas de Doutorado sanduíche no exterior, para o segundo semestre de 2021. Os leia mais

19/10/2020 - 09:51

Prof. Renato Maluf (CPDA e CERESAN) escreve texto sobre o Dia Mundial da Alimentação

  O prof. Renato Maluf (CPDA/UFRRJ e coordenador do CERESAN – Centro de Referência em Soberania e Segurança Alimentar e leia mais

16/10/2020 - 15:55

Publicado resultado da 3ª etapa (Projetos) do Processo Seletivo 2021 do CPDA/UFRRJ para turmas de Mestrado e Doutorado

Foi publicado o resultado da 3ª etapa (Projetos) do Processo Seletivo 2021 do CPDA/UFRRJ para turmas de Mestrado e Doutorado. leia mais

16/10/2020 - 11:44

mais notícias