Comitê de Acompanhamento mantém bandeira amarela na UFRRJ

Comitê de Acompanhamento do Coronavírus (Covid-19) na UFRRJ emitiu nota, em 18 de fevereiro, em que recomenda a manutenção da bandeira amarela na Universidade, com indicativo de mudança para bandeira Verde.

De acordo com o Comitê, “a bandeira amarela indica situação de atenção máxima”, com observação das “determinações constantes para a respectiva bandeira e previstas na Proposta de Diretrizes para o plano de retomada de atividades administrativas e acadêmicas”.

Leia, abaixo, a íntegra da nota do Comitê:

Nota do Comitê de Acompanhamento do Coronavírus (COVID-19), contendo sugestão de manutenção da bandeira amarela e indicativo de mudança para bandeira VERDE

Seropédica, 18 de fevereiro de 2022

Neste mês de fevereiro estamos observando a confirmação da tendência de redução do número de novos casos de COVID-19 pela cepa Ômicron, variante predominante entre os novos casos sequenciados e responsável pela quase totalidade dos casos de Síndrome Gripal no estado. Há tendência à estabilização do número de óbitos causados pela variante e queda sustentável da positividade para SARS-COV2 em testes RT-PCR.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) destaca, em nota técnica do dia 09/2/2022, a diminuição das taxas de positividade para o SARS-COV-2 em testes de RT-PCR, do número de casos e de óbitos pela doença. O sistema de pontuação indica que o estado do Rio de Janeiro voltou para a bandeira amarela (equivalente ao nível de risco baixo), refletindo a melhora do nível de risco e dos indicadores epidemiológicos no estado.

Entre as semanas epidemiológicas 03 e 05 (período compreendido entre 30/01/2022 e 05/02/2022) houve redução de 71,35% do número de internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), saindo de 1267 para 362 internações; e redução de 30,21% do número óbitos por SRAG-COVID, saindo de 321 para 224 mortes. O índice de positividade dos testes para COVID-19 compreendido entre o período de 01 e 08 de fevereiro foi de 50%.

Conforme dados da SES, nos últimos dias houve uma diminuição relativa da ocupação de leitos de UTI em todas as regiões do estado, com exceção da região Centro-Sul, que está com 45% dos leitos de UTI ocupados. Neste momento o estado está com 49,4% dos leitos de UTI ocupados. Destacam-se as regiões Metropolitana I e Noroeste do estado, com 60% e 91% de ocupação dos leitos de UTI, respectivamente. A cidade do Rio de Janeiro está com 72% dos leitos ocupados, Três Rios com 80% e Campos dos Goytacazes com 100% de ocupação dos leitos de UTI, conforme os dados mais atualizados da SES. Praticamente não há filas por leitos de UTI e de enfermaria no estado e as solicitações por leitos de enfermaria e de UTI têm caído de maneira sustentada nas últimas semanas.

A taxa de contágio no Estado do Rio de Janeiro é de 1,98 (base de 07/02/2022), indicando que o risco é muito alto, conforme dados da UFRJ (https://dadoscovid19.cos.ufrj.br/pt). Destacamos que este indicador está relacionado a semana epidemiológica número 4 (23/01/2022 a 29/01/2022), provável período de pico de transmissão da variante Ômicron.

Considerando o quadro atual da pandemia, quando as taxas de vacinação alcançam níveis significativos no Rio de Janeiro e no país. Que a vacinação apesar de não impedir a transmissão da variante Ômicron do vírus, reduz significativamente as formas graves da doença, internações e os óbitos. E que seu efeito protetor é potencializado por medidas não farmacológicas como o uso de máscaras e a higienização das mãos. Um dos aspectos ressaltados na reunião do Comitê Covid-19 de 18/02/ 22 foi a necessidade de atualização das “Diretrizes para o plano de retomada de atividades administrativas e acadêmicas” na Universidade, que foram aprovadas em 31 de agosto de 2020 (Deliberação 121 2020 – SAOC, retificada pela Deliberação nº126/2020 – SAOC), em um momento em que ainda não havia vacinação no país e que havia sobrecarga dos hospitais e filas na regulação do Estado. Desta forma, a sugestão é de que as diretrizes sejam revisadas pelo CONSU.

Outra consideração importante é a obrigatoriedade de retorno presencial integral, em cumprimento a determinação judicial a partir de 07 de março do corrente ano, que faz com que a nossa realidade passe ser equivalente às condições previstas na bandeira branca, independente das avalições epidemiológicas do Comitê Covid-19, que prosseguirão seguindo a metodologia de pesquisa e análise até aqui adotadas para assessorar a comunidade acadêmica com informações confiáveis e cientificamente embasadas sobre os rumos e a dinâmica da pandemia.

Diante do exposto, o Comitê de Acompanhamento do Novo Coronavírus da UFRRJ, em reunião realizada em 18/02/22, recomenda a manutenção da bandeira amarela e indicativo de mudança para bandeira verde. A bandeira amarela indica situação de ATENÇÃO MÁXIMA. Devemos, portanto, observar as determinações constantes para a respectiva bandeira e previstas na Proposta de Diretrizes para o plano de retomada de atividades administrativas e acadêmicas”, em anexo à DELIBERAÇÃO Nº 121/2020 – SAOC, aprovada pelo CONSU, em 31/08/2020.

Postado em 23/02/2022 - 13:30 - Atualizado em 25/02/2022 - 07:55

Notícias Relacionadas

Banner no portal mostra nível de isolamento da UFRRJ na pandemia

UFRRJ inicia Estudos Continuados Emergenciais e completa seis meses de atividades não presenciais

Aprovadas as diretrizes para o plano de retomada de atividades presenciais

Protagonismo das universidades federais no combate à pandemia

A serviço da sociedade

Últimas Notícias

Pesquisadores da UFRRJ localizam planta típica da Caatinga no litoral de Saquarema (RJ)

Adaptação da espécie na costa sudeste do Brasil pode representar risco para o ecossistema de restinga Popularmente conhecida como rabo-de-calango, leia mais

14/09/2023

Registro inédito: Câmpus da UFRRJ em Seropédica abriga espécie de peixe ameaçado de extinção

Descoberta foi feita por cientistas da Universidade que identificaram três novos locais de ocorrência do ‘Notholebias minimus’ no estado do leia mais

22/08/2023

UFRRJ e Incra trabalham na regularização fundiária da Fazenda Nacional de Santa Cruz

Desde março de 2022, a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e o Instituto Nacional de Colonização e leia mais

11/08/2023

Basta de retrocessos

Pela recomposição dos orçamentos das Universidades Federais e da Ciência brasileira Inadmissível, incompreensível e injustificável o corte orçamentário de mais leia mais

30/05/2022

Comitê reitera recomendações de prevenção à Covid-19, entre as quais, o uso obrigatório de máscaras

Tendo em vista a publicação da Portaria GM/MS Nº 913, de 22 de abril de 2022 (veja a portaria na íntegra aqui), leia mais

30/05/2022

Comitê de Acompanhamento mantém bandeira amarela na UFRRJ

O Comitê de Acompanhamento do Coronavírus (Covid-19) na UFRRJ emitiu nota, em 18 de fevereiro, em que recomenda a manutenção da bandeira leia mais

23/02/2022

mais notícias

Pular para o conteúdo