UFRRJ realiza discussões e consultas para a criação de políticas acadêmicas

Nota da Administração Central da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

 

A partir de decisão do Conselho Universitário (Consu), em reunião realizada em 14 de maio, a UFRRJ iniciou procedimentos a fim de elaborar políticas acadêmicas que orientem ações de ensino, pesquisa e extensão para os semestres de 2020 e 2021. A garantia da segurança da vida de todos exige adaptação aos períodos de distanciamento até que estejamos imunizados contra a Covid-19. Entretanto, o sucesso das ações necessita da ampla participação da comunidade universitária. É importante a mobilização de setores acadêmicos ou grupos organizados neste trabalho, do contrário, fracassaremos enquanto Instituição no exercício de sua autonomia. Temos um indesejado e excepcional desafio.

Para iniciar a discussão, foi aprovada no Consu a criação de quatro Grupos de Trabalho (GTs), identificados abaixo:

GT 1 – Modelos pedagógicos (alternância, semipresencial) – coordenado pela professora Ana Cristina Souza dos Santos (Diretora do Instituto de Educação) e Pró-Reitoria de Graduação (Prograd);

GT 2 – Modelos tecnológicos e infraestrutura (demanda por provedores, redes inter e intranet) – coordenado pelos professores Robson Mariano (Diretor do Instituto de Ciências Exatas) e Roberto Rodrigues (Pró-reitor de Planejamento/Propladi);

GT 3 – Acesso e plataformas de ensino – coordenado pelas professoras Patrícia Bastos de Azevedo (Instituto Multidisciplinar e Universidade Aberta do Brasil) e Marcia Pletsch (Pró-Reitoria de Extensão); e

GT 4 – Aulas presenciais ou semipresenciais e aulas práticas –coordenado pela professora  Miliane Moreira Moraes de Souza (Diretora do Instituto de Veterinária), representantes da Prograd e Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação.

Os Grupos debaterão com os conselhos e colegiados e sintetizarão colaborações para a redação do documento norteador de políticas acadêmicas para os próximos semestres.

Nesta terça-feira, 26, são lançados dois questionários, um para docente e outro para discente, com o objetivo de construir um diagnóstico sobre o uso das tecnologias, considerando infraestrutura, acesso, plataformas, entre outros. Portanto, solicitamos atenção ao levantamento proposto, pois políticas institucionais serão elaboradas com base nas respostas e nos debates com os diversos colegiados da UFRRJ.

A Administração Central da UFRRJ, certa de suas responsabilidades, iniciará discussões sobre limites e potencialidades das ferramentas online para realização de atividades acadêmicas, garantindo que seu resultado será fruto de pactuação em seus diversos colegiados, respeitando-se nossa diversidade. Para elaborarmos políticas, necessitamos de sólidos diagnósticos. O levantamento apresentado à comunidade acadêmica é um esforço nesse sentido.

Seropédica, 26 de maio de 2020.

 

Administração Central da UFRRJ

 

Para saber mais sobre os questionários, clique em  Levantamento sobre o uso de tecnologias digitais


Notícias Relacionadas

Protagonismo das universidades federais no combate à pandemia